A estética tem história!




Atualmente as pessoas tem se preocupado com sua estética corporal mais do que nunca. No entanto, isso não significa que esse é um comportamento novo entre seres humanos. Os registros mais antigos da humanidade nos mostram que, desde a pré-história, os humanos já se preocupavam com a estética.


É na Grécia antiga que encontramos uma enorme quantidade de registros relacionados ao assunto. Para os gregos, devia haver harmonia entre unidade, sujeito e objeto — a beleza estava no equilíbrio da proporção entre as partes do corpo! Além disso, em especial para os homens, a beleza estava muito associada aos corpos atléticos.


Já no Egito antigo os registros também são diversos! Uma grande preocupação da população egípcia no período era com a higiene do corpo e a prevenção de enfermidades! Para eles, ser limpo era mais importante do que ter uma boa aparência física. Até mesmo pelos eram julgados como algo desagradável.


A preocupação com higiene corporal, porém, não era tão difundida mundialmente. Foi apenas a partir do século XIV que rituais de higiene básica se tornaram mais recorrentes na vida da população humana no geral em diferentes continentes. Na China, o apreciado eram rostos arredondados, lábios corados e pele sem manchas. Para tal, o uso de pó de arroz era muito comum. Por um tempo, o ideal estético era o de figuras corpulentas, o que se inverteu ao longo dos séculos: para as mulheres, o ideal se tornou que fossem pequenas em todas as suas formas, até mesmo nos pés! O uso de sapatos apertados para atrofiar o crescimento dos pés foi uma prática comum na Dinastia Song (960 d.C.).


Esse é apenas um pequeno resumo de uma história de milênios, para nos mostrar que não é de hoje que a humanidade se preocupa com a própria aparência física, e foi essa história que nos guiou aos avanços na tecnologia para fins estéticos! Fique atento ao nosso perfil caso tenha interesse em saber mais sobre o assunto.